• Mal-estar na cultura, O: 850
Perguntando-se sobre os critérios – ao seu ver equivocados – usados pelos seres humanos para eleger os valores da vida que lhes são caros e assim traçar caminhos na busca pela felicidade, Sigmund Freud (1856-1939) inicia uma reflexão sobre a origem da necessidade do sentimento religioso no homem. Recuperando ideias de seus textos anteriores, ele compõe

“O mal-estar na cultura” (escrito em 1929 e publicado em 1930), um dos mais perturbadores ensaios jamais escritos no que diz respeito ao desenvolvimento cultural da humanidade.

Ao investigar por que o ser humano é tão pouco dotado para ser e permanecer feliz, Freud revela que um dos principais e invencíveis obstáculos à felicidade é a constituição psíquica do homem. Ele examina de perto – lançando mão de ferramentas psicanalíticas – o processo de desenvolvimento cultural necessário para que as pessoas possam viver em sociedade. A conclusão é a de que não só a civilização, mas a própria cultura humana implicam uma diminuição na felicidade dos indivíduos, tendo como subproduto um alienável e generalizado sentimento de culpa.


Informações técnicas
Número de Páginas 192
Ano de Publicação 2010
Editora LPM
Autor SIGMUND FREUD
ISBN 9788525419972
Comprimento (cm) 17,8
Largura (cm) 10,7
Altura (cm) 1,1

Mal-estar na cultura, O: 850

  • Editora: LPM
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$29,90
  • R$23,92


Participe de nossas news com promoções e novidades!