Autores

CONHECENDO NOSSOS AUTORES


Alexandre Barbosa Pereira

Alexandre Barbosa Pereira

É professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo. Doutor em Antropologia Social pela USP. Pesquisador associado ao Grupo de Pesquisas Visuais e Urbanas e ao Laboratório Interdisciplinar Ciências Humanas, Sociais e Saúde, ambos da UNIFESP, e ao Laboratório do Núcleo de Antropologia Urbana da USP. Desenvolve pesquisas nas áreas de Antropologia Urbana, Antropologia da Educação e Antropologia da Juventude, sobre os seguintes temas: espaço urbano, práticas culturais juvenis, corporeidades, escolarização e letramentos. Autor do livro: “A maior zoeira” na escola: experiências juvenis na periferia de São Paulo - Finalista do prêmio Jabuti 2017. 

Almir Del Prette

Almir Del Prette

Professor da Universidade Federal de São Carlos e pesquisa o campo das habilidades sociais há muito tempo. Está também vinculado ao CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa) e já publicou mais de uma centena de artigos em revistas científicas brasileiras e do exterior. Também publicou testes e livros nessa temática, destacando-se: Psicologia das habilidades sociais: Habilidades Sociais e Competência Social: Manual Teórico-Prático, Habilidades Sociais: Terapia, educação e trabalho; Psicologia das relações interpessoais: Vivências para o trabalho em grupo; Habilidades sociais: O modelo de Jesus; Psicologia das habilidades sociais na infância: Teoria e prática; Psicologia das habilidades sociais: Diversidade teórica e suas implicações; Habilidades sociais: intervenções efetivas em grupo; Inventário de habilidades Sociais (IHS-Del Prette); Inventário de habilidades sociais para Adolescentes (IHSA-Del Prette); Inventário de habilidades sociais conjugais (IHSC-Villa&Del-Prette); Sistema Multimídia de avaliação de habilidades sociais para crianças (SMHSC-Del-Prette); Já pensou se todo mundo torcesse pelo mesmo time (infanto-juvenil); Aparecida Apressada (infanto-juvenil).

Ana Carolina de Carvalho

Ana Carolina de Carvalho

É Doutora em História pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), docente do Programa de Pós-graduação em História e historiógrafa do Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Histórica (CEDAPH) da mesma universidade. Realiza, atualmente, estágio pós-doutoral financiado pela Casa de Oswaldo Cruz no Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Autora, entre outros, de As práticas e os saberes médicos no Brasil colonial (1633-1808) (Alameda, 2017), Pano, pau e pão. Escravos no Brasil colonial (Ed. Unifesp, 2019) e da Coleção de várias receitas e segredos particulares de nossas boticas [...], em co-autoria com Jean Marcel Carvalho França (Edições Loyola, no prelo). É investigadora correspondente do Centro de Humanidades (CHAM), do Centro de História (CH-FLUL) e pesquisadora do grupo Escritos sobre os Novos Mundos.

 
Ana Carolina Soliva Soria

Ana Carolina Soliva Soria

É professora adjunta do departamento de Filosofia da Universidade Federal de São Carlos, onde atua em cursos de graduação e pós-graduação. Possui especialização em Teoria Psicanalítica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e graduação, mestrado e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Atuou como pesquisadora colaboradora da Universidade de São Paulo entre 2018 e 2019. É bolsista produtividade em Pesquisa do CNPq e autora de trabalhos nas áreas de Epistemologia da Psicanálise e do pensamento de Arthur Schopenhauer, dentre eles: “Do indivíduo à cultura: um estudo sobre Freud” (Paco Editorial, 2011). Possui graduação, mestrado e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo, com estágio doutoral na Université Paris VII e pós-doutoral na Johannes Gutenberg-Universität Mainz. É membro do GT Filosofia e Psicanálise e do GT Schopenhauer da ANPOF.

Anderson de Carvalho Pereira

Anderson de Carvalho Pereira

Doutorado em Psicologia pela USP, com estágio no CENEL-Centro de Estudos dos Novos Espaços Literários na Universidade de Paris XIII. Atualmente, Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagem (campus Itapetinga) e do Mestrado Acadêmico em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação (campus Vitória da Conquista) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e Líder do Grupo de investigação sobre narrativas, práticas letradas e discursos (GRINPRALED/CNPq/UESB). Foi Professor visitante (convidado) da Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina (2015); coordenador do GT de Alfabetização, leitura do Encontro Regional de pesquisadores em Educação do Nordeste da ANPED (2016).

André Luis Christoforo

Engenheiro Civil, Mestre e Doutor em Engenharia de Estruturas, Especialista em Matemática e com Pós-doutorados nas áreas de Estruturas e de Materiais. Atualmente é prof. Adjunto da UFSCar, com experiência na área de Mecânica das Estruturas, Elementos Finitos e Materiais Compósitos.

 
André Ricardo de Souza

André Ricardo de Souza

Doutor em sociologia pela USP e professor associado do Departamento de Sociologia e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar. Coordenador do Núcleo de Estudos de Religião, Economia e Política (NEREP), integrante da Associação Brasileira de Pesquisadores de Economia Solidária (ABPES) e do NUMI-EcoSol/UFSCar (Núcleo Multidisciplinar e Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária). Autor de Os laços entre igreja, governo e economia solidária (EDUFSCar e FAPESP) e organizador com Maria Zanin de A economia solidária e os desafios globais do trabalho (EDUFSCar e FAPES P).

Andréa Eloisa Bueno Pimentel

Andréa Eloisa Bueno Pimentel

Possui graduação em Economia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, mestrado e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos. Atua como docente desde 2000 e como docente da Universidade Federal de São Carlos desde 2009. Tem experiência na área de Economia e Administração. 

Andréia da Cunha Malheiros Santana

Possui graduação em Letras, Mestrado (2003) e Doutorado (2010) em Educação Escolar, concluídos na UNESP. Realizou Pós-Doutorado (2013), na UFSCar, com apoio financeiro da FAPESP. Atualmente, é professora adjunta na Universidade Estadual de Londrina (UEL), onde atua diretamente na formação de professores, desenvolvendo pesquisas e orientando projetos que tenham como eixo norteador a formação de professores no contexto atual. Além disso, participa dos grupos de estudos e pesquisas GEPFEC (Grupo de Estudos e Propostas sobre a Formação do Professor Contemporâneo- UNESP), FELIP (Formação e Ensino em Língua Portuguesa- UEL) e Observatório e pesquisa das políticas de avaliação da educação superior (POW1- UFSCar).

 
Angela Terumi Fushita

Angela Terumi Fushita

Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (2003), graduação em Licenciatura Em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (2002), Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (2006), Doutorado em Ciências pela Universidade Federal de São Carlos (2011) e Pós-Doutorado em Ecologia de Paisagem (CAPES PNPD). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia da Paisagem, atuando principalmente nos seguintes temas: fragmentação, sistema de informações geográficas e indicadores da paisagem.

Antonio Carlos Leme Junior

Antonio Carlos Leme Junior

Antonio Carlos Leme Junior é professor do curso de graduação presencial em Música – Licenciatura (Educação Musical) da Universidade Federal de São Carlos, Bacharel e Mestre em piano – Práticas Interpretativas – pela Universidade Estadual de Campinas, onde desenvolveu pesquisa sobre análise musical voltada para a performance pianística. Professor de teoria e percepção musical na Escola de Música Heitor Villa-Lobos, na cidade de Americana-SP. Atuou junto à Universidade Aberta do Brasil no curso de Educação Musical da Secretaria de Educação a Distância da Universidade Federal de São Carlos ministrando disciplinas voltadas para a prática pianística. Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de São Carlos, com pesquisa sobre comportamentos musicais e sua relação com a história de aprendizagem de ouvintes e musicistas.

Arlene Gonçalves Corrêa

Arlene Gonçalves Corrêa

Professora titular do Departamento de Química (DQ) da UFSCar e coordenadora do Centre of Excellence for Research in Sustainable Chemistry (CERSusChem). Possui graduação (1982- 1985), mestrado (1986-1988) e doutorado em Química (1988-1991), todos pela UFSCar, tendo feito doutorado-sanduíche na Université Joseph Fourier de Grenoble, França (1988- 1990), e pós-doutorado na Stanford University, Califórnia, EUA (1996-1997). Foi chefe do Departamento de Química (2009-2013), é filiada à American Chemical Society (ACS) e fellow da Royal Society of Chemistry (RSC).

 
Bela Feldman-Bianco

Bela Feldman-Bianco

PhD em Antropologia (Columbia) com pós-doutorado em História (Yale), é professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, da UNICAMP e bolsista 1A do CNPq. Suas pesquisas e publicações sobre migrações transnacionais combinam análises de cultura e política com ênfase em identidades, colonialismo/ pós-colonialismo, interseccionalidades de gênero, classe, raça, nação em perspectiva comparativa. Foi presidente da ABA -Associação Brasileira de Antropologia (2011-2012), representante da Área de Antropologia e Arqueologia da CAPES (2005-2007) e co-coordenadora do GT Migración, Cultura y Política da CLACSO (2010-2013), entre outras atividades. Atualmente, coordena o Comitê Migrações e Deslocamentos da ABA e é conselheira do Conselho Nacional de Imigração (CNIg) onde representa a SBPC. E-mail: bfb@uol.com.br

Bernardo Buarque

Bernardo Buarque

Professor-adjunto da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas e pesquisador do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (FGV-CPDOC). Bolsista de produtividade em pesquisa (PQ) do CNPq.

Bruno Campos Janegitz

Bruno Campos Janegitz é professor Adjunto do CCA da UFSCar desde 2015 e orientador do PPGBiotec da UFSCar.

 
Carla Regina Silva

Carla Regina Silva

Terapeuta Ocupacional pela Universidade Federal de São Carlos, Aprimoramento Profissional em saúde mental infanto-juvenil pela UNESP - Botucatu, Mestrado em Educação e Doutorado em Educação (UFSCar). Professora do Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional - PPGTO (mestrado e doutorado) da UFSCar. É membro do Coletivo de Estudos em Terapia Ocupacional como Produção de Vida. É líder do Grupo de Pesquisa Atividades Humanas e Terapia Ocupacional e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Terapia Ocupacional e Cultura. 

Carolina Raquel Duarte de Mello Justo

Carolina Raquel Duarte de Mello Justo

Cientista política, Professora Associada no Departamento de Ciências Sociais da UFSCar e no Programa de Pós-Graduação em Gestão das Organizações e Sistemas Públicos (PPGGOSP). Especialização e pós-doutoramento em jornalismo científico no LABJOR/UNICAMP. Atua nas áreas de democracia, cidadania e justiça, trabalho, políticas sociais, políticas públicas, opinião pública e programas de transferência de renda.

Carolline Zatta Fieker

Carolline Zatta Fieker

Nasceu em Cascavel, no Paraná. Se formou bióloga pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná e seguiu seus estudos na Universidade Federal de São Carlos, onde obteve os títulos de mestre e doutora em Ecologia de Recursos Naturais. Desde a graduação, se dedicou a estudar principalmente a vida das aves. Aprendeu primeiro com as aves da Mata Atlântica, mas acabou indo parar no meio dos Cerrados paulista e mineiro atrás das aves dos campos e savanas! Apaixonou-se também pelas plantas no meio do caminho. Atualmente, por meio de projetos na área de Educação Ambiental, busca levar o amor às aves e à natureza para outros corações.

 
Claudia Maria Simões Martinez

Claudia Maria Simões Martinez

Professora titular do Departamento de Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos, orienta mestrados e doutorados no Programa de Pós-graduação em Terapia Ocupacional e no Programa de Pós-graduação em Educação Especial da UFSCar.  Graduada em Terapia Ocupacional UFSCar, realizou Mestrado em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos e Doutorado em Educação- Metodologia do ensino pela UFSCar, Pós-doutorado pela USP-RP.

Clayton da Silva Carmo

Clayton da Silva Carmo

Possui Licenciatura e Bacharelado em Educação Física, Especialização em Educação Física Escolar, Mestrado e Doutorado em Educação, todos pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Foi Professor Efetivo de Educação Física da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, Diretoria de Ensino de Araraquara e São Carlos. Pesquisador no Núcleo de Estudos de Fenomenologia em Educação Física (NEFEF/UFSCar). É também Pesquisador e Membro da Diretoria da Sociedade de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana (SPQMH). Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: educação.

Cleber Roberto Costa

Cleber Roberto Costa

Estudante de Engenharia Mecânica da UFSCar - Universidade Federal de São Carlos. Atuou como monitor das disciplinas Projeto Mecânico Assistido por Computador e Representação Gráfica de Sistemas Mecânicos. Tem participado de projetos de extensão com empresas, contribuindo em atividades voltadas a projeto de equipamentos, além de outras frentes de trabalho relacionadas a desenvolvimento de produtos.

 
Cleonice Maria Tomazzetti

Cleonice Maria Tomazzetti

Atualmente Docente do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas (DTPP) da UFSCar, atuou de 1994 até 2013 no Departamento de Metodologia do Ensino (MEN), na UFSM e, por motivos familiares, solicitou redistribuição para a UFSCar – campus São Carlos. Foi líder do Grupo de Investigação e Estudos Contemporâneos em Educação Infantil (GIECEI – UFSM), desligada desde 2016; é vice-líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil e da Pequena Infância em Contexto (EDIPIC). Atua como Coordenadora do curso de Pedagogia à Distância – UAB/UFSCar de 2017 até a presente data.; é vice chefe departamental desde janeiro de 2020. Atuou no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFSM), 2008-2016. Está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGPE-UFSCar), de 2016 até a presente data. Possui experiência na área de Educação, com ênfase no campo da Formação de Professores em Contexto. Desenvolve e orienta pesquisas nas seguintes temáticas: Educação Infantil, Políticas Públicas em Educação Infantil, Formação inicial e continuada de professores. Foi coordenadora de Área na Pedagogia EAD (de 2014 a 2018) do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID-UFSCar). Foi Vice Coordenadora do curso de Pedagogia da UFSM (1998 a 2000) e Coordenadora de 2000-2002, e novamente do curso de Pedagogia noturno de 2005 a 2007. É professora do curso de Pedagogia desde 1994 (UFSM) até os dias atuais (UFSCar). Atuou como docente na educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental em escolas da rede pública municipal e estadual do Rio Grande do Sul, e da rede privada de ensino, no Instituto Nossa Senhora das Graças e no Instituto Metodista Centenário da cidade de Santa Maria/RS (1988-1994).

Daniel Marinho Laks

Daniel Marinho Laks

Nascido no Rio de Janeiro/RJ, é professor adjunto de literatura portuguesa e literaturas africanas de lígnua portuguesa do Departamento de Letras e professor credenciado do quadro efetivo do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura (PPGLit) da Universidade Federal de São Carlos. Realizou período de pós-doutorado na Universidade Federal Fluminense com financiamento FAPERJ (Bolsa FAPERJ Nota 10). É doutor pelo programa de pós-graduação Literatura, Cultura e Contemporaneidade da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro com período sanduíche de doze meses na Universidade de Coimbra (2016). É mestre em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2011). É também pesquisador da área de Letras no CNPq e possui diversos artigos sobre literatura portuguesa, moderna e contemporânea, e literaturas africanas de língua portuguesa espalhados por periódicos da área e capítulos de livros. 

Daniel Rodrigo Leiva

Daniel Rodrigo Leiva

Professor adjunto do Departamento de Engenharia de Materiais da Universidade Federal de São Carlos. Possui graduação (2003) e mestrado (2006) em Engenharia de Materiais pela UFSCar. Doutor em Física de Materiais pela Université Joseph Fourier, de Grenoble, França, e em Ciência e Engenharia de Materiais pela UFSCar (2009), tendo desenvolvido sua tese em cotutela entre as duas universidades. Durante o período de doutoramento em Grenoble, realizou suas atividades de pesquisa no Institut Louis Néel/CNRS. Seus assuntos de interesse incluem: materiais para armazenagem de hidrogênio, nanomateriais, informação tecnológica, seleção de materiais, educação em Engenharia. No DEMa/UFSCar, é atualmente coordenador institucional do Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais - NIT/Materiais, e coordenador do curso de graduação em Engenharia de Materiais.

 
Daniel Veloso Hirata

Daniel Veloso Hirata

É mestre e doutor em sociologia pelo Programa de Pós Graduação em Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Atualmente é professor de sociologia do Departamento de Sociologia e Metodologia em Ciências Sociais, do Programa de Pós Graduação em Sociologia e do Programa de Pós Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense. Trabalha também como pesquisador do Núcleo de Estudos do Conflito, Cidadania e Violência Urbana (NECVU/UFRJ),  do Núcleo de Pesquisas em Cultura e Economia (NUCEC/UFRJ) e do Laboratório de Pesquisas Sociais (LAPS/USP). Sua área de atuação são as relações entre cidade, poder e economia, realizando pesquisas situadas nas interfaces dos ilegalismos e suas formas de controle nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Vem conduzindo pesquisas sobre o transporte clandestino, a venda ambulante e o tráfico de drogas. 

Darci Odloak

Darci Odloak

Se formou em Engenharia Química pela Escola Politécnica da USP em 1971. Obteve o MSc em 1977 pela COPPE UFRJ e o PhD em 1980 pela Universidade de Leeds. De 1971 a 1996 trabalhou na Petrobras como engenheiro de processamento de petróleo na Refinaria Presidente Bernardes em Cubatão, e como professor no Centro de Ensino do Rio de Janeiro. A partir de 1989 coordenou um grupo de engenheiros que desenvolveu o pacote de controle avançado que é atualmente aplicado em todas as refinarias da Petrobras. Desde 1999 é professor titular do Departamento de Engenharia Química da EPUSP. Publicou mais de cem trabalhos em periódicos e anais de congressos internacionais nas áreas de controle avançado de processos, controle preditivo, controle robusto e otimização em tempo real.

Darlan Marcelo Delgado

Possui pós-doutorado em Educação pela UFSCar, é doutor e mestre em Educação pela Unesp e bacharel em Ciências Econômicas pela USP. Pesquisador vinculado ao Grupo de Pesquisa Teoria Crítica e Educação – UFSCar e ao Grupo de Pesquisa Políticas Públicas de Formação Profissional (CEETPS). Docente do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS) na Unidade de Pós-graduação, Extensão e Pesquisa, onde atua no Programa de Pós-Graduação Profissional em Gestão e Desenvolvimento da Educação Profissional. Tem realizado pesquisas sobre política e gestão educacional e suas articulações com a política de ciência, tecnologia e inovação, sendo autor de artigos e livros sobre este campo.

 
Desirée Azevedo

Desirée Azevedo

Desirée Azevedo possui doutorado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente realiza pós-doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É pesquisadora associada do Centro de Estudos de Migrações Internacionais (CEMI/UNICAMP) e integra como colaboradora o Centro de Arqueologia e Antropologia Forense (CAAF/UNIFESP). Seus principais interesses de pesquisa incluem: migração, memória, identidades, direitos humanos, Estado, movimentos sociais, violência e política. E-mail: desireelazevedo@gmail.com

Douglas Mansur da Silva

Douglas Mansur da Silva

Professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Viçosa e Pesquisador Associado do Centro de Estudos de Migrações Internacionais, da Universidade Estadual de Campinas. Doutor em Antropologia Social pelo Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro, com pesquisa sobre militância, redes intelectuais e circulação de saberes de exilados portugueses no Brasil, durante a vigência do Estado Novo em Portugal. Tem pesquisas e publicações sobre os seguintes temas: cultura e poder; migrações; exílios; conflitos territoriais e socioambientais; políticas culturais; relações entre rural e urbano. E-mail: douglas.mansur@terra.com.br

Edenir Rodrigues Pereira Filho

Edenir Rodrigues Pereira Filho

Nasceu em 24 de maio de 1975 em Colatina no Estado do Espírito Santo. Na década de 1980 e início da década de 1990 morou em Minas Gerais (Montes Claros) e no Maranhão (Imperatriz) e mudou-se para o Estado de São Paulo em 1993. Na cidade de Campinas realizou sua graduação em Química pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), mestrado em Química Analítica e doutorado em Ciências (ambos pela Universidade de Campinas, UNICAMP). Desde 2006 é professor do Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos. As principais linhas de pesquisa do prof. Edenir são aplicação de ferramentas quimiométricas e espectroanalítica para o estudo de amostras ambientais e alimentícias. Até 2014 o prof. Edenir já havia orientado 11 alunos de mestrado (sendo 2 de mestrado profissional) e 4 de doutorado. Em 2014 foi paraninfo da turma de formandos do curso de Bacharelado em Química.

 
Eliane Hercules Augusto Navarro

Eliane Hercules Augusto Navarro

É doutora em Letras pela UNESP – Araraquara, mestre em Linguística Aplicada pela UNICAMP e realizou estágio  de pós doutorado na Universidade de Michigam. É docente no Departamento de Letras da UFSCar e no Programa de Pós-Graduação em Linguísitca da mesma intituição. Leciona disciplinas, coordena atividades de extensão e desenvolve/orienta pesquisas nas áreas de desenvolvimento de materiais didáticos para ensino e aprendizagem de língua inglesa; análise de gêneros; gramática como habilidade; inglês para propósitos específicos e formação de professors de línguas. Eliane leciona inglês há 28 anos, dos quais 19 no ensino superior, tendo coordenado diversas atividades de extensão e orientado/supervisionado o desenvolvimento de variados materiais didáticos elaborados para diferentes propósitos específicos. Atualmente é coordenadora pedagógica do Programa Inglês sem Fronteiras (IsF) na UFSCar.

Elton Sitta

Elton Sitta é bacharel (2005), mestre (2008) e doutor (2012) em Química pelo Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo. Realizou estágio de pós-doutorado na Universidade de Alicante (Espanha) entre 2012 e 2013 e, desde 2014, é docente no Departamento de Química da Universidade Federal de São Carlos. Ministra disciplinas de Termodinâmica Química, Cinética-Química, Eletroquímica e Laboratórios de Físico Química para os cursos de Bacharelado e Licenciatura em Química, e Engenharias Química e de Materiais. Atua na área de Eletroquímica com ênfase em eletrocatálise de reações de interesse em células a combustíveis e cinética complexa incluindo multiestabilidade e oscilações. Atualmente é o vice coordenador do curso de Bacharelado em Química e o representante da área de Físico-Química no conselho de curso.

Fabiana Marini Braga

Fabiana Marini Braga

É professora adjunta do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas, atuando na Pós-Graduação em Educação, nas licenciaturas e no curso de Pedagogia (presencial e a distância), da Universidade Federal de São Carlos. É pedagoga e administradora de empresas. Realizou mestrado e doutorado em Educação, na Universidade Federal de São Carlos. Realizou, estágio doutoral no Centro Especial de Investigação em Teorias e Práticas Superadoras de Desigualdades (CREA), da Universidade de Barcelona. É coordenadora do Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A ênfase de seu trabalho acadêmico está na linha de Ensino e Aprendizagem, dedicando-se às seguintes temáticas: comunidade de aprendizagem, relação família-escola, criança; escola, aprendizagem dialógica, educação a distância e práticas de ensino e aprendizagem.

 
Felipe Vander Velden

Felipe Vander Velden

É mestre (2004) e doutor (2010) pelo Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), e pós-doutor (2016-2017) pela Aarhus Universitet, Dinamarca. Desenvolve pesquisas com os índios Karitiana (Tupi-Arikém) e Puruborá (Tupi-Puruborá) em Rondônia desde 2003, focalizando uma ampla gama de relações entre humanos e animais em aldeias indígenas na Amazônia. Atualmente é professor do Departamento de Ciências Sociais (DCSo) e do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Publicou Inquietas companhias: sobre os animais de criação entre os Karitiana (Alameda, 2012) e organizou (com Ciméa Bevilaqua) a coletânea Parentes, vítimas, sujeitos: perspectivas antropológicas sobre relações entre humanos e animais (Edufscar/Edupr, 2016). 

Fernando Antônio Farias de Azevedo

Fernando Antônio Farias de Azevedo

É doutor em Ciência Política, professor titular da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) onde atua no Programa de Pós-graduação em Ciência Política e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É um dos pioneiros do campo da Comunicação Política no Brasil e coordenador desta área na Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Ao longo da sua atividade de pesquisador publicou diversos artigos e capítulos de livros explorando temas como as coberturas eleitorais, o comportamento político da imprensa e a relação entre o sistema de mídia e o sistema político.

Fernando Cruz de Moraes

Fernando Cruz de Moraes é professor Adjunto do DQ da UFSCar desde 2016 e orientador do PPGQ da UFSCar.

 
Gabriel Avila Casalecchi

Gabriel Avila Casalecchi

Cientista político, com doutorado sanduíche no Latin American Public Opinion Project (LAPOP), na Vanderbilt University, e pós-doutorado na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Recebeu o prêmio de melhor tese de Ciência Política de 2016 pela Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). É Professor Adjunto no Departamento de Ciências Sociais da UFSCar e no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGPol) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e atua nas áreas de cultura e comportamento político.

Glaucia Regina Gomes de Carvalho

Glaucia Regina Gomes de Carvalho é graduada em Letras/Português e Inglês pela Universidade Estadual Paulista/UNESP de Araraquara. Possui Mestrado, Doutorado e Pós-doutorado em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos, com ênfase em Linguística Aplicada, Estudos do Letramento e ensino de Língua Materna. É pesquisadora do Grupo de Pesquisa LEETRA/UFSCar. Foi bolsista CAPES-PNPD e professora voluntária do Departamento de Letras da UFSCar de 2015 a 2016.

Gleidylucy Oliveira

Gleidylucy Oliveira

Cientista política, Professora Adjunta no Departamento de Ciências Sociais da UFSCar. Pós-doutora pela FAPESP no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). Pesquisadora NECI/CEBRAP e CPPE/UFSCar e consultora em Data Science e mix methods aplicados à Análise de Conteúdo/Texto. Realiza pesquisas na área de Comunicação e política, presidencialismo, relação Executivo-Legislativo e agenda setting.

 
Gustavo Franco Barbosa

Gustavo Franco Barbosa

Professor e pesquisador do Departamento de Engenharia Mecânica da UFSCar - Universidade Federal de São Carlos, atuante na área de Manufatura. Mais de 20 anos de experiência em processos de fabricação, prospecção, P&D, implantação de fábrica, estratégia industrial, robotização, treinamento e liderança de equipes. Atualmente é dedicado a atividades de pesquisa, ensino e extensão, visando a aprendizagem, a produção do conhecimento, a ampliação e transmissão do saber relacionados à Fabricação, Automação e Indústria 4.0.

Henrique Amorim

Professor Adjunto de Sociologia, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (UNIFESP-Campus Guarulhos) e do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Políticas Sociais (UNIFESP-Campus Baixada Santista) da Universidade Federal de São Paulo. Coordena o Grupo de Pesquisa Classes Sociais e Trabalho (GPCT) e realiza atualmente Pós-Doutorado no CESIT/UNICAMP e na EHESS/Paris. Nos últimos quatro anos, coordenou a pesquisa, financiada pela FAPESP e pelo CNPq: Classes Sociais e Valor na Teoria Social Contemporânea. Fez pós-doutorado no Departamento de Sociologia do IFCH/UNICAMP em 2007-2010 e na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS)/Paris em 2009. Entre 2008-2009, foi pesquisador do Consejo Latino-Americano de Ciencias Sociales (CLACSO). Concluiu o Doutorado em Ciências Sociais pela Unicamp em 2006, tendo realizado sua pesquisa com Doutorado Sanduíche na EHESS/Paris. Atua na área de Sociologia, com ênfase em sociologia do trabalho e teoria social, pesquisando principalmente os seguintes temas: trabalho, trabalho imaterial e precarização do trabalho, classes e movimentos sociais, produção, processos de trabalho e valor.

Igor José de Renó Machado

Igor José de Renó Machado

Antropólogo e professor da Universidade Federal de São Carlos desde 2004. Tem como área de concentração os estudos migratórios, tendo se dedicado a pensar a relação entre parentesco e imigração de forma sistemática. Igor é bolsista de produtividade do CNPq desde 2008, tem coordenado projetos FAPESP e CNPq sobre o tema das migrações e publicado em periódicos de renome, como Vibrant, Revista de Antropologia, Etnográfica e Mana, entre outros. Pela EDUFSCar publicou “Um mar de identidades”, sobre a migração brasileira para Portugal e “Japonesidades Multiplicadas” sobre a migração japonesa no Brasil. Publicou ainda o livro “Cárcere Público”, pela editora do Instituto de Ciências Sociais de Lisboa, também sobre a imigração brasileira em Portugal. Já foi diretor da Editora da UFSCar, coordenador do PPGAS UFSCar, chefe de departamento. Atualmente é coordenador do Laboratório de Estudos Migratórios da UFSCar e diretor do LIDEPS (CECH/UFSCar). 

 
Isabela Lussi

Isabela Lussi

Doutora em Ciências pelo Programa de Enfermagem Psiquiátrica pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo. Realizou Estágio Pós-Doutoral no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra/Portugal, junto ao Núcleo de Estudos sobre Democracia, Cidadania e Direito (DECIDe), sob supervisão do Prof. Dr. Boaventura de Sousa Santos. É Professora Associada da Universidade Federal de São Carlos, vinculada ao Departamento de Terapia Ocupacional, ao Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional e ao Núcleo Multidisciplinar e Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária (NuMI-EcoSol) da UFSCar. Atua na área de saúde mental, com os seguintes temas: reabilitação psicossocial, inclusão social pelo trabalho de pessoas em desvantagem social, economia solidária, cooperativas sociais, tecnologias sociais, emancipação social e processos de trabalho.  

Jacob Carlos Lima

Jacob Carlos Lima

Professor titular do Departamento de Sociologia da UFSCar. Doutor em Sociologia pela USP (1992) com pós-doutorado pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology-USA). Atua nas áreas de Sociologia Econômica e do Trabalho. Pesquisador 1A do CNPq.

Janine Moreira

Janine Moreira

Psicóloga, mestre em sociologia política e doutora em educação. Realizou estágio pós-doutoral na área de educação na Universidade de Murcia (Espanha). É professora no Curso de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), na cidade de Criciúma, sul do estado de Santa Catarina. É coordenadora do Grupo de Pesquisa Educação, Saúde e Meio Ambiente. Desenvolveu projetos na área de educação em saúde e educação permanente em saúde. Atualmente, tem se dedicado a estudar autores desde a perspectiva decolonial como aporte para pensar questões advindas da educação em saúde, da patologização da existência e da problemática da velhice em nossa sociedade. A perspectiva decolonial vem somar à perspectiva existencialista e à educação popular.

 
Jaqueline Garza Placencia

Jaqueline Garza Placencia

É professora em El Colegio de Jalisco, A.C. Realizou estágio de pós-doutorado no Centro de Estudos da Metrópole (CEM). Possui doutorado em Antropologia pelo Centro de Estudos Superiores em Antropologia Social (CIESAS) CDMX; com estágio de pesquisa no Instituto de Estudos Latino-americanos da Universidade Livre de Berlim (FU), mestrado em Comunicação da Ciência y da Cultura, pelo Instituto Tecnológico de Estudos Superiores de Ocidente (ITESO), e graduação em Ciências da Comunicação, pela Universidade Autônoma de San Luis Potosí (UASLP).

Jean Marcel Carvalho França

É professor Titular de História do Brasil na Universidade Estadual Paulista (UNESP), coordenador no Grupo Temático Escritos sobre os novos mundo e autor, entre outros, de Visões do Rio de Janeiro Colonial (José Olympio, 2000), A Construção do Brasil na Literatura de Viagem dos séculos XVI, XVII e XVIII (José Olympio/Ed. UNESP, 2012), História da Maconha no Brasil (Editora Três Estrelas, 2014) e Ilustres Ordinários do Brasil (Ed. UNESP, 2018).

Jean Marcel Ribeiro Gallo

Jean Marcel Ribeiro Gallo

Professor de Química Inorgânica no Departamento de Química da UFSCar desde 2014, onde lidera o Group of Renewable Energy, Nanotechnology and Catalysis (GreenCat). Tem como interesse o desenvolvimento de catalisadores heterogêneos para aplicação na conversão de biomassa e gás natural. O enfoque do grupo é no controle dos sítios catalíticos em escala atômica, assim como o controle da estrutura em escala nanométrica, com o objetivo de criar soluções para problemas relevantes no contexto da refinaria e da biorrefinaria.

 

Joelson Gonçalves de Carvalho

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), mestre e doutor em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e dos Programas de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGPol/UFSCar) e Gestão de Organizações e Sistemas Públicos (PPGGOSP/UFSCar). É pesquisador do Núcleo de Pesquisa e Extensão Rural (NuPER) e Tutor do PET Economia Solidária. Tem desenvolvido ensino, pesquisa e extensão na área de Economia, com ênfase em Desenvolvimento Econômico, Economia Agrária e Economia Regional e Urbana, atuando principalmente nos temas de Desenvolvimento Socioeconômico, Desenvolvimento Regional e Urbano, Desenvolvimento Rural, Agricultura Camponesa e Economia Social e Solidária.

José Carlos Rothen

Possui graduação e mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, doutorado em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba e pós-doutorado na Université de Starasbourg/França (Bolsista Capes). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Carlos, lotado no Departamento de Educação, atuando no curso de Pedagogia, em cursos de Licenciatura e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Foi coordenador da Comissão Própria de Avaliação da UFSCar de 2013 a 2015. Desenvolve pesquisas principalmente nos seguintes temas: Avaliação da Educação Superior, Políticas Públicas, História da Educação Superior e sobre imprensa e políticas públicas. Coordena o grupo de pesquisa Observatório e pesquisa das políticas de avaliação da educação superior (POW1- UFSCar) e participa da rede UniversitasBR.

José Dalton Cruz Pessoa

José Dalton Cruz Pessoa

Estágios no Laboratório de Cristalografia (instrumentação) e no CDCC (Coordenadoria de Difusão Científica e Cultural) para monitoria nos níveis de Ensino Fundamental e Médio. Bacharel e  Mestre em Física pela USP, Doutor em Ciências pela UFSCar com o desenvolvimento de instrumentações.  Especialização pela FGV em Gestão de Empresas.   Pesquisador há mais de 30 anos pela Embrapa. Orientador de mestrado e doutorado pela UFSCar durante 9 anos, exercendo docência e tutoria na área de empreendedorismo para alunos de pós-graduação e sociedade em geral. Empreendedor, atualmente desenvolvendo projeto na área de educação financeira.

 
José Marcos Pinto da Cunha

José Marcos Pinto da Cunha

Demógrafo, doutor em Ciências Sociais pela Universidade de Campinas (Unicamp) e pós-doutorado na Universidade do Texas. Professor Titular do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) e pesquisador do Núcleo de Estudos de População "Elza Berquó" (Nepo), ambos da Unicamp. Pesquisador principal do CEPID/Fapesp – Centro de Estudos de Metrópole (CEM) e Bolsista de produtividade do CNPq, nível 1B.

José Mario Aquino

José Mario Aquino é bacharel e licenciado em Química pela Universidade Federal de Carlos (UFSCar). Possui mestrado em Ciência e Engenharia de Materiais e doutorado em Química pela mesma instituição. Atualmente é professor adjunto do Departamento de Química da UFSCar, função que desempenha desde 2014. Na UFSCar, ministra disciplinas relacionadas com os temas Termodinâmica Química, Eletroquímica e Cinética Química. Os principais enfoques na área de pesquisa são i) desenvolvimento, assim como o entendimento do comportamento de materiais nanométricos para a utilização em dispositivos de armazenamento de energia, como supercapacitores e sistemas de intercalação de íons multivalentes e ii) utilização de sistemas homogêneos e heterogêneos fotoassistidos para o tratamento de águas contaminadas com substâncias orgânicas. Atua em projetos de consultoria relacionados à problemas de corrosão.

Jose Sergio Komatsu

Jose Sergio Komatsu

Engenheiro Civil pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo [EESC/USP] (1978), graduado em Licenciatura em Química pela Universidade Federal de São Carlos [UFSCar] (1978), Mestre (1985) e Doutor (1995) em Engenharia de Estruturas pela EESC/USP. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Engenharia de Materiais da UFSCar, com experiência na área de Mecânica das Estruturas.

 
Juan Wesley dos Santos

Juan Wesley dos Santos

Estudante de Engenharia Mecânica da UFSCar - Universidade Federal de São Carlos. Tem participado de atividades extracurriculares na área de projeto mecânico do produto e de ergonomia, além de participação efetiva na Empresa Júnior da UFSCar. Atuou como monitor da disciplina Projeto Mecânico Assistido por Computador e tem se dedicado a novos processos de aprendizado.

Júlio Cezar Bastoni da Silva

Júlio Cezar Bastoni da Silva é licenciado em Letras - Português e Inglês pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Doutor em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ (UNESP - Araraquara), com estágio pós-doutoral junto ao Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura (PPGLit) da Universidade Federal de São Carlos. Atualmente, pesquisa sobre a representação das classes populares e outros temas de historiografia literária brasileira.

Karl Mokross

Karl Mokross

É formado em Ciências Biológicas pela UFSCar, com mestrado em Ecologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Em 2014, concluiu seu doutorado pela Universidade Estadual da Louisiana, nos Estados Unidos, com aves amazônicas. Atualmente mora em Rio Claro-SP com a família, onde tem se dedicado aos estudos de ecologia comportamental de aves. Seu trabalho se divide entre comunicação visual científica para especialistas e leigos em Ecologia e Ornitologia.  Karl aprendeu ilustração lendo livros e copiando quadrinhos. De vez em quando, matava aulas da Silvia para ficar desenhando. Hoje, faz seu segundo trabalho com a Dra. Del Lama, e sabe alguma coisa sobre Genética graças a ela. Durante a graduação, Karl tinha uma bicicleta vermelha, parecida com a Teca, e pedalava entre sua casa e a universidade. Gostava de passear pelos remanescentes de mata que existiam na cidade e aprendeu bastante sobre o cerrado durante este período. Algumas de suas memórias serviram como referência para o livro.

 
Leda Verdiani Tfouni

Leda Verdiani Tfouni

Possui graduação em Letras Anglo Germânicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, é Master of Arts in Language Acquisition (MA) pela University of California, doutora em Ciências (Linguística) pela Universidade Estadual de Campinas. Livre-docente e Associada pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é professora Titular sênior da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto. Realizou estágio de pós-doutorado na Universitá di Bologna, com Carlo Ginzburg, e, em duas ocasiões, na Université de la Sorbonne Nouvelle (Paris III), com Jacqueline Authier. Oferece seminários, grupos de estudo e orientação de mestrado e doutorado. Supervisiona pós-doutorados. Atua na pós-graduação nas áreas de letramento, análise do discurso, autoria, psicanálise lacaniana, genéricos discursivos. Tem formação em psicanálise. É pesquisadora (produtividade em pesquisa) do CNPq, e líder do grupo de pesquisa A Análise do Discurso e suas interfaces, do diretório do CNPq. Tem dezenas de artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais; capítulos de livros e livros. Participa regularmente de congressos e reuniões científicas no Brasil e no exterior.

Liliana Sanjurjo

Liliana Sanjurjo

Doutora em Antropologia Social pela UNICAMP, com pós-doutorado junto ao PPGAS/UFSCar. Atualmente é pós-doutoranda junto ao PPCIS/UERJ, pesquisadora associada do Centro de Estudos de Migrações Internacionais da UNICAMP e integra o Comitê Migrações e Deslocamentos da ABA. Vem se dedicando a pesquisa nas áreas de Antropologia Urbana e Antropologia da Política, com foco em Violência e Experiências-Limite, sobre os seguintes temas: Migrações e Deslocamentos; Memória; Política; Parentesco; Direitos Humanos; Ativismo Jurídico e Humanitário. No mestrado, realizou pesquisa etnográfica sobre exílio político no contexto ditatorial do Cone Sul e, mais recentemente, vem refletindo sobre as relações entre parentesco, política e práticas sociais de memória, bem como sobre os dispositivos de gestão da vida e da ordem social em contextos etnográficos particulares, a partir das mobilizações de familiares de vítimas da violência de Estado na Argentina e no Brasil. E-mail: lilisanj@yahoo.com.br

Lincoln Amaral

Lincoln Amaral é Biólogo formado pela UFSCar. É mestre em Melhoramento Genético pelo Instituto Agronômico de Campinas e Doutor em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo. Atua como professor de Biologia há cerca de vinte anos, tendo lecionado em várias instituições de Ensino Básico e superior como na PUC-Campinas, Universidade Anhanguera e Unifeob. Atualmente é professor titular e pesquisador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, campus São João da Boa Vista, onde também exerce o cargo de coordenador do Curso Técnico de Eletrônica Integrado ao Ensino Médio. É autor de Material Didático, membro da Academia de Letras de São João da Boa Vista e Escritor de Romances, tais como: Mímica no aquário predileto (2011); Trilogia amazônica: Hipócrates, o xamã e o escriba (2013) e Maracatu Circuncidado (2018); todos eles também publicados pela EdUFSCar.

 
Luiz Gonçalves Junior

Luiz Gonçalves Junior

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista (UNESP-RC); Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP); Doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP; Pós-Doutor em Ciências Sociais pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa - Portugal (ICS/UL). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Educação Física e Motricidade Humana e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (DEFMH-PPGE/UFSCar). Atuou como Investigador Convidado no Curso de Motricidade Humana do Instituto Piaget, em Almada, Portugal (CMH/IP), bem como no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal (CES/UC). Coordenador do Núcleo de Estudos de Fenomenologia em Educação Física (NEFEF); Sócio-Fundador, Pesquisador e atual Vice-Presidente da Sociedade de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana (SPQMH).

Luiz Henrique de Toledo

Luiz Henrique de Toledo

É antropólogo formado pelo programa de Pós-graduação em Antropologia Social da USP em 2000, docente no departamento de Ciências Sociais e Programa de Pós-graduação em Antropologia Social da UFSCar desde 2002 e pesquisador (bolsa produtividade) do CNPq desde 2009. Como pesquisador atua nas áreas da Antropologia urbana e Antropologia das práticas esportivas. Coordenador do LELuS – Laboratório de estudos das práticas lúdicas e sociabilidade, membro do Ludens-USP (Núcleo interdisciplinar de estudos sobre o futebol e modalidades lúdicas) e do NAU-USP (Núcleo de Antropologia Urbana). Autor de artigos, coletâneas e livros, entre os quais destacam-se Torcidas Organizadas de Futebol, ANPOCS∕Autores Associados, Campinas, 1996 e Lógicas no Futebol, HUCITEC∕Fapesp, 2002.

Luiz Roberto Monzani

Luiz Roberto Monzani

É professor associado aposentado do departamento de Filosofia da Universidade Estadual de Campinas, onde atua como colaborador no curso de pós-graduação em Filosofia, e professor colaborador do curso de pós-graduação em Filosofia da Universidade Federal de São Carlos. Possui graduação e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo e livre-docência pela Universidade Estadual de Campinas. É autor de importantes trabalhos nas áreas de Epistemologia da Psicanálise e História da Filosofia Moderna, dentre eles: “Freud. O movimento de um Pensamento” (Editora da Unicamp, 1989; 2014) e “Desejo e prazer na Idade Moderna” (Editora da Unicamp, 1995; Editora Champagnat, 2011).

 
Magda da Silva Peixoto

Magda da Silva Peixoto

Possui Graduação em Matemática pela Universidade de São Paulo (1992), Mestrado em Matemática pela Universidade Federal de São Carlos (1999),  Doutorado em Matemática Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2005) e realizou estágio de Pós-Doutoramento no IMECC-UNICAMP em 2014. Atualmente é Professora Associado da Universidade Federal de São Carlos, Campus Sorocaba, está credenciada nos Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGECE) e Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT), é Professora Orientadora no Programa de Iniciação Científica da OBMEP. Atuou como Coordenadora do Curso de Licenciatura em Matemática (UFSCar-Campus Sorocaba) no período de janeiro de 2009 a janeiro de 2014. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Matemática Aplicada, Teoria Fuzzy e Biomatemática.

Manuel G. P. Homem

Manoel G. P. Homem é bacharel em Física pela UFSCar. Possui mestrado e doutorado em Física Atômica e Molecular pela mesma instituição e pós-doutorado pelo Laboratório Nacional de Luz Síncrotron. Foi professor adjunto do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas da Universidade Federal de Santa Catarina entre 2010 e 2012. Desde 2013 é professor adjunto do Departamento de Química da UFSCar atuando na área de Físico-Química com ênfase em espectroscopia de átomos e moléculas. Ministra aulas na graduação e na pós-graduação relacionadas com os temas de Termodinâmica Química, Espectroscopia e Química Quântica.

Marcia de Paula Leite

Marcia de Paula Leite

É doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora plena dos Programas de pós-Graduação em Educação e em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Campinas. Pesqusadora 1ª do CNPq.

 

Márcio Meira

Márcio Meira é graduado em História pela UFPA, mestre em Antropologia Social pela UNICAMP e doutor em Memória Social pela UNIRIO. É pesquisador do Museu Paraense Emílio Goeldi – MPEG/MCTIC, desde 1988. Atua nas áreas de etnologia, história indígena e do processo colonial, com ênfase nas pesquisas sobre os povos Aruak, Tukano e Maku, no Noroeste Amazônico. É membro do Grupo de Pesquisa HINDIA (História Indígena e do Indigenismo na Amazônia) do CNPq. Participou da demarcação de terras indígenas no rio Negro (Amazonas) na década de 1990. Foi Diretor do Arquivo Público do Estado do Pará – APEP (1995-1997); Presidente da Fundação Cultural do Município de Belém - FUMBEL (1998-2002); Secretário de Articulação Institucional e de Patrimônio, Museus e Artes Plásticas do Ministério da Cultura (2003-2007); Presidente da Fundação Nacional do Índio – FUNAI (2007-2012); e Assessor Especial do Ministério da Educação (2012-2016).

Marcos Francisco Martins

Marcos Francisco Martins

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas e Educação (DCHE) da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) – Campus Sorocaba, no qual coordena o Programa de Mestrado em Educação. Licenciado em Filosofia, com mestrado e doutorado em Educação pela Unicamp, na área de Filosofia e História da Educação, é bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.

Maria Luísa Guillaumon Emmel

Maria Luísa Guillaumon Emmel

É terapeuta ocupacional, Mestre em Educação Especial e Doutora em Psicologia do Desenvolvimento. É professora associada do Departamento de Terapia Ocupacional e do Programa de Pós Graduação em Terapia Ocupacional da Universidade Federal de São Carlos, tendo dedicado mais de 25 anos ao atendimento de crianças com distúrbios no desenvolvimento. Ministrou disciplinas teóricas e práticas, supervisionou estágios de formação em distúrbios do desenvolvimento infantil e tem desenvolvido pesquisas na área. Orienta projetos de Mestrado e de Doutorado e tem mais de 200 trabalhos publicados.

 

Maria Sílvia Cintra Martins

Maria Sílvia Cintra Martins é professora associada do Departamento de Letras da UFSCar. Doutora em Linguística com pós-doutorado em Linguística Aplicada na área de pesquisa de Estudos do Letramento. Líder do Grupo de Pesquisa LEETRA – Linguagens em Tradução, vem desenvolvendo pesquisa na interface entre as duas áreas, de Estudos do Letramento e Estudos de Tradução. Possui diversos livros e artigos publicados, destacando-se “Letramento, interdisciplinaridade e multiculturalismo no Ensino Fundamental” e “Literatura, Cultura e Direitos de Indígenas em época de globalização”, publicados pela Editora Mercado de Letras.

Maria Zanin

Maria Zanin

Professora aposentada da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), atualmente professora sênior do NUMI-Eco Sol/UFSCar (Núcleo Multidisciplinar e Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária) e do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFS Car. Tem experiência nas áreas de Engenharia de Materiais e Economia Solidária, atuando principalmente nos seguintes temas: reciclagem de plásticos pós-consumo, gestão de resíduos urbanos, tecnologias sociais, economia solidária e cooperativas de catadoras e catadores de materiais recicláveis.

Mariana Gurian Manzini

Mariana Gurian Manzini

Possui graduação em Terapia Ocupacional pela Unesp. Especialização em Terapia da Mão e Reabilitação Neurológica em Terapia Ocupacional pela UFSCar. Mestrado e Doutorado em Educação Especial pela UFSCar. Realizou estágio de pós-doutorado no Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional da UFSCar. Professora do Departamento de Terapia Ocupacional da UFSCar.

 
Matheus Gonçalves Reis

Matheus Gonçalves Reis

Nasceu em Uberaba, Minas Gerais. Formou-se biólogo pela Universidade Federal de São Carlos, onde também obteve os títulos de mestre e doutor em Ecologia de Recursos Naturais. Seu contato com a fauna desde a infância despertou um grande amor pelos seres vivos e a vontade de estudá-los para buscar meios de preservar a biodiversidade. Desde os seus primeiros desenhos quando criança que retratavam animais e seus ambientes, tem estudado e aperfeiçoado técnicas. Nos últimos anos, tem trabalhado com as interfaces entre os traços no papel e a arte digital. Hoje, atua em projetos de monitoramento de fauna e flora, recuperação de áreas impactadas, pesquisas sobre história natural da fauna do Cerrado e Educação Ambiental.

Matthew Aaron Richmond

Matthew Aaron Richmond

É Leverhulme Trust Early Career Fellow no Latin America and Caribbean Centre (LACC) da London School of Economics (LSE). Ele realizou pós-doutorados no Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e na Universidade Estadual Paulista (UNESP). Possui doutorado em geografia pelo King’s College London, mestrado em ciências sociais pela University of Cambridge, e graduação em história pela London School of Economics. 

Matthias Thürer

Matthias Thürer

É Professor da Jinan University (República Popular da China). Mestre pela Universidade Técnica de Berlin (Alemanha) e doutor pela Universidade de Coimbra (Portugal). Antes de se envolver com a academia, Matthias trabalhou em várias empresas e tornou-se mestre-artesão (‘Meister’). Mark Stevenson é Professor na área de Gestão de Operações da Lancaster University, Reino Unido. Graduou-se e obteve o título de Doutor na mesma universidade. Publicou extensivamente em revistas acadêmicas na área de Gestão de Operações. Charles Protzman é especialista pela implementação de sistemas enxutos (Lean), autor vencedor do Prêmio Shingo que conta mais de 33 anos de experiência na área de Gestão de Materiais e Operações. Foi consultor em manufaturas, hospitais, agências do governo e outras indústrias de serviços. Em 1997, constituiu o Business Improvement Group, LLC (B.I.G.).

 

Milena da Silveira Pereira

É professora do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2013) e Doutora em História e Cultura Social pela mesma instituição. É autora, entre outros estudos sobre cultura escrita luso-brasileira e academias literárias e científicas, de A crítica que fez história: as associações literárias no Oitocentos (Editora Unesp, 2014); e Insultos e Afagos: Sílvio Romero e os debates de seu tempo (Editora CRV, 2017). A pesquisadora é pós-doutoranda em História (PNPD/CAPES) com um projeto acerca das formas de se contar o Brasil nos séculos XVIII e XIX; e membro do Projeto Temático, financiado pela FAPESP, Escritos sobre os novos mundos: uma história da construção de valores morais em língua portuguesa (Processo nº 2013/14786-6).

Mirela de Oliveira Figueiredo

Mirela de Oliveira Figueiredo

É terapeuta ocupacional. Mestre em Saúde da Criança e do Adolescente pelo Centro de Investigações em Pediatria da Universidade Estadual de Campinas e Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade Federal de São Carlos. Professora Adjunta do Departamento de Terapia Ocupacional. Com experiência de ensino, pesquisa e prática profissional nas áreas de deficiência sensorial e cognitiva, na interface entre saúde e educação enfocando nos temas intervenção com crianças com baixa visão e/ou com dificuldades de aprendizagem e suas respectivas famílias e professores/escola. 

Moisés Kopper

Moisés Kopper

Possui doutorado e mestrado em antropologia social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e graduação em ciências sociais pela mesma universidade. Recentemente, concluiu pós-doutorados junto ao Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e junto ao Max Planck Institute for the Study of Societies (MPIfG), Alemanha. Foi professor visitante da Universidade de Colônia, Alemanha, e realizou estágios de pesquisa na Princeton University, EUA, e no Instituto de Desarrollo Económico y Social (IDES), Argentina.

 
Nadja Fernanda Gonzaga Serrano

Nadja Fernanda Gonzaga Serrano

Bacharelado em Farmácia-Bioquímica Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Doutorado em Biotecnologia Universidade Federal de São Carlos (UFSCar, Brasil)/Universidade do Minho (Portugal). Mestrado em Biotecnologia UFSCar (Brasil)/Universidade de Montreal (UdeM)(Canadá). Bacharelado em Enfermagem UFSCar. Pós doutorado em Escola de Comando e Estado maior do
Exército – ECEME Bolsista - Capes.
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
– Embrapa Bolsista - Capes. 

Natália Corazza Padovani

Natália Corazza Padovani

Pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/UNICAMP - Linha de pesquisa Migrações, mobilidades territoriais e transnacionalidade. Trabalha com fluxos transnacionais relacionados ao mercado de drogas, egressas/os "estrangeiras/os" e imigrantes egressos dos sistemas prisionais de São Paulo e da Catalunha, com enfoque no campo dos estudos de gênero, sexualidade, classe, raça, nacionalidade. Doutora em Antropologia Social pela UNICAMP, mestra em sociologia pela UNICAMP e bacharel em Ciências Sociais pela USP.  http://lattes.cnpq.br/5560632814191562 - nataliacorazzapadovani@gmail.com

Nerilso Bocchi

Nerilso Bocchi

Licenciado em Química pela UFSCar, mestre em Físico-Química e doutor em Ciências (Físico-Química) pela USP, é docente do Departamento de Química da UFSCar, onde atua como docente de graduação e do Programa de Pós-Graduação em Química.

 
Nilton Milanez

Nilton Milanez

Sabática em “Corpo, Cinema e Psicanálise” pelo Departamento de Psicologia da USP/Ribeirão Preto, Département de Psychanalyse da Université Paris 8 - Vincennes, St Dennis e Département de l'Audiovisuel, Sorbonne Nouvelle, Paris 3 (2016). Pós-doutorado (PDE/CNPq) em “Discurso, Corpo e Cinema” na Sorbonne Nouvelle, Paris 3 (2012). Professor Titular em Análise do Discurso do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Doutor em Lingüística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara com doutorado-sanduíche na Sorbonne Nouvelle, Paris 3 (2007). Líder e coordenador do Labedisco/CNPq - Laboratório de Estudos do Discurso e do Corpo. É editor da “Redisco” – Revista Eletrônica de Estudos do Discurso e do Corpo, Edições Uesb, Desenvolve os Projeto de Extensão “Materialidades do discurso fílmico, do corpo e do horror” e o Projeto de Pesquisa “Discurso e audiovisual”.

Orlando Fatibello Filho

Orlando Fatibello Filho, licenciado em Química pela UFSCar, mestre em Físico-Química pelo IQSC-USP, doutor em Ciências (Química Analítica) e livre docente em Química Analítica pela USP de São Paulo. É Prof. Titular do DQ da UFSCar desde 2004, orientador no PPGQ da UFSCar e Membro Titular da ACIESP (Academia de Ciências do Estado de São Paulo). Tem experiência na área de Química Analítica com ênfase em eletroanalítica, métodos ópticos de análise no UV-Vis, quimiluminescência, atuando principalmente nos seguintes temas: análise por injeção em fluxo, biossensores à base de extratos e tecidos vegetais e materiais biológicos purificados, eletrodos de pasta de carbono modificados, eletrodos modificados com filmes poliméricos contendo nanomateriais à base de carbono e/ou nanopartículas metálicas, eletrodo de diamante dopado com boro, Química Analítica Verde e Ensino de química (desenvolvimento de experimentos de baixo custo com material do dia a dia).

Patricia Carla de Souza Della Barba

Patricia Carla de Souza Della Barba

Terapeuta Ocupacional, docente associada do Departamento de Terapia Ocupacional (DTO) e do Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional (PPGTO) da UFSCar. Doutora em Educação Especial (UFSCar). Pós-Doutorado em Estudos da Criança (UMINHO, Portugal). Atua com os temas Desenvolvimento típico e atípico; Intervenção Precoce, Ocupações infantis; Atuação da Terapia Ocupacional na Atenção Integral à infância.  Lattes: http://lattes.cnpq.br/6448489426438006

 
Patrícia Fernandes Lootens Machado

Patrícia Fernandes Lootens Machado

Bacharel em Química pela UFC, doutora pela UFRGS. Docente do curso de Licenciatura em Química e orientadora no Programa de Pós-Graduação no Ensino de Ciências da UnB.

Paulo César Oliveira

Paulo César Oliveira

Professor associado da Universidade Federal de São Carlos (campus Sorocaba)e membro do DFQM.  Possuo mestrado e doutorado em Educação Matemática. Atuo no curso de Licenciatura em Matemática e em dois programas de Pós-Graduação (PPGECE e PROFMAT). Desde 2012 sou líder do grupo de pesquisa GEPLAM (www.geplam.ufscar.br). Desenvolvo pesquisas na área de semiótica, avaliação, letramento matemático, crença e Estado da Arte. Contato: paulooliveira@ufscar.br ou paulodfqm@gmail.com.

Ricardo Alexandre Ferreira

Ricardo Alexandre Ferreira

É Livre-Docente em História Moderna pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), membro do Grupo Temático Escritos sobre os novos mundo e autor, entre outros, de Senhores de Poucos Escravos: cativeiro e criminalidade num ambiente rural – 1830-1888 (Editora UNESP, 2005), de Crimes em Comum: escravidão e liberdade sob a pena do Estado Imperial brasileiro – 1830-1888 (Editora UNESP, 2011) e coautor da edição crítica da obra setecentista Etíope, resgatado, empenhado, sustentando, corrigido, instruído e libertado (Editora UNESP, 2017). 

 
Roberto Ribeiro da Silva

Roberto Ribeiro da Silva

Bacharel em Química pela UFMG, doutor em Ciências pela USP, de São Paulo. Docente do Programa de Pós-Graduação no Ensino de Ciências da UnB.

Roger Chartier

Roger Chartier

Historiador reconhecido internacionalmente por sua obra dedica à História da Cultura escrita (séculos XV-XVIII), foi professor no Collège de France, junto à cátedra Écrit et cultures dans l’Europe modern, na École des Hautes Études en Sciences Sociales, na University of Pennsylvania, nos EUA, além de ter atuado como professor visitante em diversas universidades do mundo. É autor de uma obra cujo impacto se faz reconhecer pelas numerosas traduções em várias línguas. Em português já conta com 14 livros traduzidos e vários artigos publicados em livros e revistas, cuja repercussão o traz ao Brasil várias vezes ao ano, a convite de pesquisadores de diferentes áreas das Ciências Humanas. Tem privilegiado, nos últimos anos, os estudos sobre as migrações vivenciadas por certas obras entre línguas, gêneros e públicos distintos. 

Romeu C. Rocha-Filho

Romeu C. Rocha-Filho

Licenciado em Química pela UFSCar, mestre em Físico-Química e doutor em Ciências (Físico-Química) pela USP, é docente do Departamento de Química da UFSCar, onde atua como docente de graduação e do Programa de Pós-Graduação em Química.

 
Roseli Rodrigues de Mello

Roseli Rodrigues de Mello

É professora associada do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas, atuando na Pós-Graduação em Educação, nas licenciaturas e no curso de Pedagogia, da Universidade Federal de São Carlos. É bolsista produtividade do CNPq. Pedagoga, realizou mestrado e doutorado em Educação, na Universidade Federal de São Carlos. Realizou, ainda, pós-doutoramento no Centro Especial de Investigação em Teorias e Práticas Superadoras de Desigualdades (CREA), da Universidade de Barcelona. É coordenadora do Núcleo de Investigação e Ação Social e Educativa (NIASE), da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A ênfase de seu trabalho acadêmico está na linha de Ensino e Aprendizagem, dedicando-se às seguintes temáticas: comunidades de aprendizagem, aprendizagem dialógica, ensino fundamental para crianças, educação de jovens e adultos.

Rosemeire de Araújo Rangni

Graduada em Direito (FIG) e Pedagogia (UNG). Especialista em dotados e talentosos (UFLA). Mestrado em Educação (UNICID). Doutorado em Educação Especial (UFSCar). Professor Adjunto III (UFSCar) nos cursos de Licenciatura em Educação Especial e Pós – Graduação em Educação Especial. Atua nas áreas de Altas habilidades, Planejamento Educacional Individualizado, Gestão Educacional e Surdocegueira. Líder do Grupo de Pesquisa para o Desenvolvimento do Potencial Humano (GRUPOH) e coordenadora do Laboratório de Pesquisa para Altas Habilidades (LAPAH).

Sandra Regina Buttros Gattolin

Sandra Regina Buttros Gattolin

É mestre e doutora em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas, instituição em que desenvolveu sua pesquisa na área de ensino-aprendizagem de segunda língua e língua estrangeira. Há quinze anos no ensino superior, é atualmente professora adjunta do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Carlos, onde ministra as disciplinas de Língua Inglesa, Leitura em Língua Inglesa, Lingüística Aplicada e Metodologia de Ensino de Língua Inglesa. Atua no Programa de Pós-Graduação em Linguística, da UFSCar, onde ministra a disciplina de Abordagens de Ensino de Línguas e Avaliação e Aprendizagem de Línguas. Foi presidente da Associação dos Professores de Língua Inglesa do Estado de São Paulo nos períodos de 2005 a 2007 e 2009 a 2011. Suas áreas de interesse em pesquisa são o ensino-aprendizagem-avaliação em língua estrangeira,  a formação de professores de língua estrangeira e o letramento crítico.

 

Sebastião Ferreira da Cunha

Graduado em Ciências Econômicas e mestre em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e doutor em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Desenvolve pesquisa, ensino e extensão nas áreas de Teoria Econômica, Economia do Trabalho, Economia Política e Desenvolvimento.

Silvia Nassif Del Lama

Silvia Nassif Del Lama

Nasceu em São Paulo e viveu sua infância e adolescência em Franca, interior do estado. Na época, andar de bicicleta era uma de suas atividades prediletas, só perdendo para a leitura dos livros. Saía de bicicleta com irmãos e primos e rodava pelas estradas rurais do sítio de seu tio Nazir. Descobriu sua paixão pelas aves já adulta, quando trabalhou como pesquisadora no Pantanal, por cerca de 20 anos. No trabalho de campo, em berçários naturais de cegonhas, colhereiros e garças, descobriu outro mundo que a encantou. Aposentou-se como professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), atividade que exerceu com muito prazer por mais de 40 anos. É casada, tem três filhos e dois netos, Felipe e Guilherme, fontes de inspiração para histórias como as narradas por Teca. Este livro uniu duas de suas paixões, as bicicletas da sua infância e as aves da vida adulta. É conservacionista e escreve para motivar os pequenos leitores a conhecer e amar as aves brasileiras e migratórias e para conservar o Cerrado.

Simone Diniz

Simone Diniz

Cientista política, Professora Associada no Depto. de Ciências Sociais e no Programa de Pós Graduação em Ciência Política da UFSCAR. Pós-Doutora no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP) em parceria com a Universidade de São Paulo (USP). Foi pesquisadora visitante no Latin American Centre na Universidade de Oxford (2013-14). É membro do Grupo de Estudos do Executivo da Associação Latino Americana de Ciência Política (ALACIP). Atua na área de Ciência Política nos seguintes temas: Presidencialismo, Poder Executivo, Processo Legislativo, Agenda governamental e Promessas de Campanha.  

 
Simone Gibran Nogueira

Simone Gibran Nogueira

A autora é Psicóloga formada (2003) e mestre em Educação (2008) pela Universidade Federal de São Carlos; doutora em Psicologia Social (2013) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com estágio de pesquisa (2012) na Georgia State University em Atlanta/EUA; Pós-doutora (2018) em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Ministrou aulas na Faculdade Zumbi dos Palmares, Faculdade Anhanguera e atualmente é pesquisadora colaboradora da Faculdade de Educação da Universidade Estatual de Campinas. Faz parte do Coletivo de Salvaguarda da Capoeira de Campinas e trabalha com formação de professores para Lei 10.639 e 11.645. Tem experiência de pesquisa e trabalho em Psicologia Social, Educação das Relações Étnico-Raciais, Pertencimento Étnico-Racial, Culturas Populares, Capoeira Angola, Tradições Afro-brasileiras. 

Sonia R. Biaggio

Sonia R. Biaggio possui graduação em Química pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), mestrado e doutorado em Físico-Química pela Universidade de São Paulo e pós-doutorado no Stanford Research Institute-SRI International, em Menlo Park, Califórnia, EUA. É docente do Departamento de Química da UFSCar desde 1977 e ministra aulas de graduação nas áreas de Química Geral e de Físico-Química. É orientadora nos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Química da UFSCar, atuando na área de Físico-Química, ênfase em Eletroquímica, com pesquisas principalmente nos temas: formação de óxidos passivantes sobre metais; ligas biocompatíveis; materiais de catodo para baterias de íons lítio; síntese e aplicações de polímeros condutores. Suas pesquisas são desenvolvidas no Laboratório de Pesquisas em Eletroquímica (LaPE), cuja página eletrônica é: http://www.ufscar.br/lape

Suely Amaral Mello

Suely Amaral Mello

Graduada em Letras Modernas pela Unesp, mestre e doutora em Educação pela Ufscar. Professora aposentada do Departamento de Didática da Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp/ Campus de Marilia e professora colaboradora do Programa de Pos Graduação em Educação da Unesp/ Marilia. Vice-líder do grupo de pesquisa Implicações Pedagógicas da Teoria Histórico-Cultural.

 
Susani Silveira Lemos França

Susani Silveira Lemos França

É Doutora em Cultura Portuguesa pela Universidade de Lisboa e professora Livre-Docente em História Medieval na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP). Autora, entre outros, de Mulheres dos outros. Os viajantes cristãos nas terras a oriente (séculos XIII-XV) (Editora UNESP, 2015), Peregrinos e Peregrinações na Idade Média (Vozes, 2017), Os reinos dos cronistas medievais (Annablume, 2006) e organizadora de Questões que incomodam o historiador (Alameda, 2013). Recebeu Menção Honrosa do Prêmio de História Calouste Gulbenkian concedido pela Academia Portuguesa de História. É Acadêmica Correspondente Brasileira da Academia Portuguesa da História, pesquisadora principal do Grupo Escritos sobre os Novos Mundos e uma das coordenadoras do Grupo Luso-Brasileiro Raízes Medievais do Brasil Moderno.

Thiago Henrique Alvarado

É mestre em História e Cultura Social pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP/campus de Franca), onde desenvolve atualmente pesquisa de doutorado sobre as ordenanças do comer e vestir em Castela e Portugal nos séculos XIV e XV.

Tiago Almeida Silva

Tiago Almeida Silva é doutorando em Química Analítica do PPGQ-UFSCar sob orientação do Prof. Orlando Fatibello Filho.

 
Tomaz Toshimi Ishikawa

Tomaz Toshimi Ishikawa

Engenheiro de materiais pela UFSCar, mestre em Engenharia Metalúrgica pela USP e doutor em Ciência e Engenharia de Materiais  pela Rice University (EUA). Professor titular do Departamento de Engenharia de Materiais da UFSCar, onde exerce ou exerceu diversas funções, tais como vice-chefe do departamento, coordenador do programa de pós graduação (PPG-CEM/UFSCar), coordenador de estágios,  entre outras. O seu principal interesse de pesquisa é o desenvolvimento de nanomateriais para aplicações de armazenagem de hidrogênio.

Valéria Cristina de Oliveira

Valéria Cristina de Oliveira

É professora adjunta do Departamento de Ciências Aplicadas à Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (DECAE/FaE/UFMG). Atua como pesquisadora do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (CRISP) e do Núcleo de Pesquisas em Desigualdades Escolares (NUPEDE). Realizou estágio de pós-doutorado no Centro de Estudos da Metrópole (CEM). Possui doutorado em Sociologia pelo Departamento de Sociologia da UFMG (2016), com estágio na Florida State University (2014/2015), mestrado em Sociologia (2009) e graduação em Ciências Sociais (2006), ambos pela UFMG. 

Vânia Gomes Zuin

Vânia Zuin é professora da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar, Brasil) e professora visitante da Universidade de York (UoY, Inglaterra). Suas áreas de atuação são Química Analítica Verde e Educação em Química Verde e Sustentabilidade. Recentes distinções incluem os prêmios Jabuti (52o e 57o edições), título de Membro Honorário Visitante da Universidade de York (UK) e Membro da Sociedade Real de Química (FRSC), presidente da associação Humboldt no Brasil, o Prêmio da IUPAC 2014 CHEMRAWN VI para Química Verde e Atmosférica e o Prêmio da Sociedade Americana de Química e Comitê em desenvolvimento Ambiental por incorporar a sustentabilidade em universidades.

 
Victor Lage

Victor Lage

Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar); Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação pela UFSCar. Doutor em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Graduado 3º Dan/Grau pela Japan Karate Association (JKA-Japão) e Assessor Técnico-Científico da Federação Paulista de Karatê-Do Tradicional (FPKT). Atualmente é docente na Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília (FEF/UnB), responsável pela disciplina “Metodologia das Artes Marciais e Lutas”. Pesquisador no Núcleo de Estudos de Fenomenologia em Educação Física (NEFEF/UFSCar) e Laboratório de Atividade Física e Saúde (LAFIS/FAMERP). É também Pesquisador e Membro da Diretoria da Sociedade de Pesquisa Qualitativa em Motricidade Humana (SPQMH).

Wagner de Souza Leite Molina

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), mestre em Ciência Política e doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). É docente do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e integrante do Programa de Pós-graduação em Organizações e Sistemas Públicos - PPGGOSP na mesma instituição, além de membro do Instituto Direito à Cidade, sediado na UFSCar e coordenador do Núcleo Multidisciplinar e Integrado de Estudos, Formação e Intervenção em Economia Solidária (NuMI-EcoSol). Sua atuação acadêmica envolve, além da economia solidária, as áreas de relações de trabalho, políticas públicas, desenvolvimento territorial e desenvolvimento.

Walter Libardi

Graduado em Engenharia Mecânica pela EESC-USP (1975), Mestre em Engenharia Mecânica pela EESC-USP (1979), Doutor em Engenharia de Estruturas pela EESC-USP (1990), é Professor Titular do Departamento de Engenharia de Materiais da UFSCar. Fez pós-doutorado na NorthWestern University, EUA (1993-1994). Pesquisa junto ao Laboratório de Materiais Refratários e Concreto (LAMARCO), foi pesquisador do Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Cerâmicos (CEPID/FAPESP) (2000-2010). Foi Coordenador e Vice-Coordenador do curso de Graduação em Engenharia de Materiais, na UFSCar. Foi Coordenador do Programa de Intercâmbio com a l’École Polytechnique de l’Université Grenoble I, França (CAPES/BRAFITEC) e participou da elaboração do programa de Duplo-Diploma com a mesma instituição. Foi representante no Conselho Universitário, no Conselho do CCET, no Conselho do Departamento de Engenharia de Materiais, no Conselho do curso de Graduação em Engenharia de Materiais e na Comissão de Pós-Graduação do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Materiais. Orientou mestres, doutores, alunos de Iniciação Científica e alunos em trabalhos de conclusão de curso. Foi chefe do Departamento de Engenharia de Materiais da UFSCar.

 
Wilton José Marques

Wilton José Marques

Wilton José Marques é doutor em literatura brasileira pela Universidade de São Paulo. Professor de literatura brasileira e teoria literária do Departamento de Letras, do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp – Araraquara). Em 2011, recebeu o Prêmio Jabuti na categoria Crítica e Teoria Literária pelo livro Gonçalves Dias: o poeta na contramão (EDUFSCar, 2010). Posteriormente, publicou dez verbetes no Le dictionnaire universel des créatrices (Éditions des Femmes, 2013), O poeta do lá (EDUFSCar, 2014), O poeta sem livro e a pietà indígena (Editora da Unicamp, 2015), e, mais recentemente, Ao correr da pena (folhetins inéditos), de José de Alencar (EDUFSCar: 2017) e Leituras oitocentistas (EDUFSCAR: 2019), coletânea, organizada com Franco Baptista Sandanello, em comemoração aos quinze do grupo de pesquisa Núcleo de Estudos Oitocentistas (NEO/UFSCar).

Wu Hong Kwong

Wu Hong Kwong formou-se em Engenharia Química em 1978 pela Escola Politécnica da USP (EPUSP). Fêz estágio na Cia Nitro Química Brasileira em 1977 e 1978. Em 1979, ingressou no corpo docente do Departamento de Engenharia Química da UFSCar (DEQ/UFSCar). Obteve o título de mestre em 1985 e o título de doutor em 1992, ambos pela EPUSP. Atuou como docente no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química da UFSCar e no Curso Superior de Tecnologia em Produção Sucroalcooleira da SEaD-UAB-UFSCar. No curso de graduação, ministra disciplinas na área de simulação, otimização e controle de processos químicos. Exerceu cargos de chefe e vice-chefe do DEQ/UFSCar e coordenador do Curso de Engenharia Química. Em 2009, iniciou as suas atividades como tutor do Programa de Educação Tutorial do Curso de Engenharia Química da UFSCar (PET-EQ). Escreveu o livro Resolvendo problemas de engenharia química com software livre Scilab e vários apontamentos publicados pela EdUFSCar. Foi várias vezes paraninfo e professor homenageado. Atualmente, é professor titular do DEQ/UFSCar.

Yu Kawahara

Yu Kawahara

Professor e pesquisador da Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica do ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Foi Professor substituto no Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de São Carlos (2017-2018) e atualmente é Professor Assistente no ITA, sendo responsável pelas disciplinas de Desenho Técnico e Desenho Técnico Assistido por Computador. Atua na área de projetos mecânicos e projeto mecânico assistido por computador.

 
Zilda A. P. Del Prette

Zilda A. P. Del Prette

Professora da Universidade Federal de São Carlos e pesquisa o campo das habilidades sociais há muito tempo. Está também vinculada ao CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa) e já publicou mais de uma centena de artigos em revistas científicas brasileiras e do exterior. Também publicou testes e livros nessa temática, destacando-se: Psicologia das habilidades sociais: Habilidades Sociais e Competência Social: Manual Teórico-Prático, Habilidades Sociais: Terapia, educação e trabalho; Psicologia das relações interpessoais: Vivências para o trabalho em grupo; Habilidades sociais: O modelo de Jesus; Psicologia das habilidades sociais na infância: Teoria e prática; Psicologia das habilidades sociais: Diversidade teórica e suas implicações; Habilidades sociais: intervenções efetivas em grupo; Inventário de habilidades Sociais (IHS-Del Prette); Inventário de habilidades sociais para Adolescentes (IHSA-Del Prette); Inventário de habilidades sociais conjugais (IHSC-Villa&Del-Prette); Sistema Multimídia de avaliação de habilidades sociais para crianças (SMHSC-Del-Prette); Já pensou se todo mundo torcesse pelo mesmo time (infanto-juvenil); Aparecida Apressada (infanto-juvenil).