• Discurso e (Pós)verdade
Com o “desencantamento” do mundo ocidental, a religião perde força na produção das verdades, cedendo lugar ao conhecimento científico. Desde então, as ciências não só as produziram cada vez mais, mas também incidiram progressivamente nas ações e decisões de outros setores das sociedades modernas e contemporâneas. O recrudescimento científico não impediu, contudo, o surgimento de graves refluxos: os terraplanismos e negacionismos de nossos dias são provas desse retrocesso.
Em sentido oposto, as relações entre discurso e verdade foram concebidas sob um prisma libertário e promoveram a dissolução de ortodoxias e autoridades de pesadas e passadas tradições. Domínios e instituições que antes nos guiavam, com suas verdades fundamentais e com uma quase cega fé que lhes depositávamos, tornaram-se cada vez mais suscetíveis às dúvidas e críticas. A religião e a ciência, a mídia e a política já não são mais consideradas como nascentes únicas das quais brotariam a certeza dos fatos e a indicação dos caminhos. Crenças e confianças de outrora passaram a ser ladeadas ou suplantadas por suspeitas e ceticismos, por críticas e emancipações.
Esse fenômeno não é igualmente experimentado por sujeitos de classes e grupos sociais distintos e inscritos em diferentes relações de poder, de sentido e de afetos. Além disso, a emergência da “pós-verdade” e a crescente difusão das fake news têm produzido efeitos bastante perversos. Recuos políticos, intolerâncias sociais, preconceitos de classe e de gênero e ideias e ações reacionárias ou populistas têm se consolidado com força e alcance assustadores, sobretudo mediante o uso disseminado das redes sociais. Os resultados desse processo já se mostram a olhos vistos: ataques a políticas afirmativas, a programas de combate às desigualdades sociais e a discussões sobre sexualidade, que deram ensejo à ascensão de tendências neofascistas de toda ordem e às conquistas eleitorais da extrema direita até recentemente inimagináveis na Europa, nos EUA e no Brasil.
Discurso e (pós)verdade é uma contribuição decisiva para a compreensão desses processos e fenômenos históricos e sociais constituídos por múltiplas e diversas relações entre o discurso e as verdades.
Informações técnicas
Número de Páginas 240
Ano de Publicação 2021
Editora PARABOLA
Autor LUZMARA CURCINO; VANICE SARGENTINI; CARLOS PIOVEZANI
ISBN 9786588519349
Comprimento (cm) 23
Largura (cm) 16

Discurso e (Pós)verdade

  • Editora: PARABOLA
  • Disponibilidade: Em estoque
  • R$45,00
  • R$37,80


Participe de nossas news com promoções e novidades!